DIGA ADEUS À CELULITE!
Insira o seu endereço de email abaixo para receber as primeiras dicas que mudarão a sua vida!

Como eliminar a celulite

A celulite é considerada geralmente um problema estético, mas na realidade é uma doença. Se bem que é mais frequente na mulher, alguns homens também a padecem.




A sua causa é a perda de tonificação e elasticidade das veias, afectando o fluxo sanguíneo de cima a baixo. O sangue tende a estancar-se nos capilares, perdendo estes a sua elasticidade. As células, por outro lado, não são nutridas adequadamente e os tecidos adiposos transformam-se em celulite. A sua localização mais frequente são os quadris, coxas, joelhos e abdómen.

As suas causas são genéticas e comportamentais. Nesta ultima, uma dieta desequilibrada, hipercalórica e rica em gorduras ajuda à acumulação de gorduras e ajuda a acumulação de massa adiposa que logo se transformará em celulite. Acrescentando o sedentarismo e a falta de actividade física, especificamente a aeróbica, provoca uma irrigação insuficiente dos tecidos. Os tacões altos e as roupas justas dificultam o livre fluxo sanguíneo e a correcta irrigação dos tecidos.dieta-anticelulite

Ainda que seja um problema muito difícil de solucionar, os seus efeitos podem ser contrariados com uma alimentação adequada e exercício físico.

– Porque se produz a celulite?

Em primeiro lugar e antes de tudo, celulite não é uma ‘coisa’. Tampouco é celulite um termo médico…

É simplesmente um termo ‘inventado’, cunhado nos salões e spas europeus durante o final dos anos 60, para descrever a aparência ondulada da pele encontrada nas coxas e nádegas de muitas mulheres.

Propagandas e promoções do conceito europeu divulgadas em larga escala nos Estados Unidos seguiram a publicação de 1973 de “Celulite: Aquelas Protuberâncias, Inchaços e Caroços que Você Não Conseguia Perder Antes”, por Nicole Ronsard, dona de um salão de beleza de Nova York que se especializou em cuidados com o corpo e pele.

A celulite é mencionada como sendo o principal tipo de “gordura errada” – supostamente diferente de “gordura comum”, uma combinação de gordura, água, e “resíduos tóxicos” que o corpo falhou em eliminar.

Para as mulheres desavisadas – pode soar suficientemente lógico gastar dinheiro, por puro desespero, em uma das muitas “curas para a celulite”, como…

Produtos “anticelulite” ineficazes, muito vendidos em lojas de departamento, lojas de varejo, pedido por correspondência, empresas multinível, e através da internet, incluindo, mas não se limitando a:

Buchas; esponjas de fibra de cacto; toalhas para esfoliar; luvas de pelo de cavalo; cremes e gel para dissolver a celulite; comprimidos supostamente “milagrosos” contendo vitaminas básicas, minerais; pós e líquidos contendo ervas; líquidos ou aditivos para o banho; massagens vibratórias; calças emborrachadas; aparelhos hábeis; shorts de bio-cerâmica para celulite; escovas para “pele morta”; rolos para “circulação de sangue”; tratamentos de máscara corporal; loções para a redução de celulites;

Enganações, Explorações, Mentiras, Decepções, Trabalhos vãos…

Na melhor das hipóteses, algumas dessas abordagens podem fazer com que a pele fique temporariamente mais macia e suave, mas em termos de livrar-se das protuberâncias, inchaços e caroços, de te proporcionar a liberdade para vestir trajes de banho atraentes, vestir-se com modelitos lindos e desfrutar de momentos íntimos de estar nua sem se constranger…

A dura realidade é que NENHUM desses métodos desperdiçadores de dinheiro faz o trabalho. Nenhum deles te fornece a remoção permanente da celulite…

Porque é fisiologicamente IMPOSSÍVEL…

Entenda, não há toxinas a serem removidas… Esta é uma completa farsa. A gordura debaixo de sua pele é exatamente a mesma que a gordura do restante de seu corpo. O anúncio enganoso que diz que “você tem toxinas que se acumulam em seu corpo advindas de alimentos que você come e do ar que você respira, que ficam presas na gordura do seu corpo, causando a flacidez da pele…”, é um monte de lixo.

Prova Médica – “Não existe celulite”

Há muitos anos, o Doutor Neil Solomon conduziu um estudo duplo-cego de mais de 100 pessoas para verificar se a “celulite” se diferenciava da gordura comum. Espécimes de gordura comum e de gordura irregular foram obtidas por meio de um procedimento de biópsia com agulha e entregues a patologistas para análise e comparação.

Nenhuma diferença entre estes dois tipos de gordura foi encontrada.

Mais recentemente, pesquisadores no Instituto Rockefeller usaram ultrassonografia, exames microscópicos, e estudos de metabolismo da gordura para verificar as áreas afetadas e as não afetadas pela “celulite” em sete indivíduos adultos – cinco mulheres e dois homens – quatro deles tendo “celulite”, e três não.

De forma não surpreendente, os pesquisadores concluíram que: (a) certas características da pele tornam as mulheres mais inclinadas a desenvolver a aparição de celulites que homens; e (b) não houve diferenças na aparência ou função do tecido gorduroso ou do fluxo de sangue regional entre as áreas do corpo afetadas pela “celulite” e as não afetadas nestes indivíduos.

O que nos leva à pergunta:

– Tipos de celulite

1º TIPO – FLÁCIDA

É bastante vista nas vítimas do efeito sanfona, que acontece quando perdemos ou ganhamos peso de maneira drástica e rápida, por isso esse tipo de celulite pode estar associado à obesidade. Ela também está associada ao aparecimento de estrias e varizes, os portadores costumam referir sensação de peso e cansaço e não costuma ser dolorosa ao toque. Aparecem mais nas regiões do culote e das coxas e são típicas de pessoas que não praticam atividade física regularmente.

2º TIPO – DURA OU COMPACTA

Como o nome já diz, ela aparece frequentemente em pessoas que tem o costume de se exercitar, que possuem músculos bem delineados e definidos. Por esses motivos, ela não é muito aparente e só aparece depois de apertar a pele (pinçamento). Costuma ser dolorida ao toque, mas tem bom prognóstico e não se modificam com o movimento do corpo.

3º TIPO – EDEMATOSA

Os músculos não são nem duros e nem flácidos, é dolorosa ao toque e algumas vezes, mesmo sem o toque. É causada por diabetes, problemas da tireoide como hipo ou hipertireoidismo ou problemas nos ovários. É o tipo mais grave, aparecendo já como estágio final da celulite e acomete mulheres mais velhas. Além disso é visível, adquirindo o aspecto de casca de laranja e não apresenta sinal de cafifo (o local fica marcado quando é pressionado pelo dedo ou outro objeto). Pode vir acompanhado por sinais e sintomas como:

  • Fadiga ou cansaço;
  • Sensação de peso;
  • Problemas nos vasos linfáticos;
  • Aparecimento de varizes;
  • Vasos capilares fragilizados;

4º TIPO – CELULITE BRANDA

Acaba por ser a junção dos outros tipos de celulite, ou se misturando em uma única parte do corpo ou cada tipo num determinado local. Aparece mais em locais como coxa (faces posterior e lateral interna e externa), abdome e braços.

Conseguiu identificar qual o seu tipo de celulite? O que você tem a fazer agora é procurar um profissional de confiança para um adequado tratamento e finalmente você se verá livre desse incômodo terrível.

Também existe uma outra classificação das celulites, pelo tipo de inflamação que causa e não pela gravidade. segundo, esta classificação, os tipos seriam:

Celulite Aquosa

Essa celulite tem como causa principal a retenção de líquido e circulação sanguínea irregular, e pode aparecer muito em mulheres com desequilíbrio hormonal, ou em fases em que esses desequilíbrios ocorrem como TPM, gravidez, menopausa e puberdade. Ela também tem a aparência de casca de laranja e costuma, até em estágios leves, aparecer sem precisar manipular a pele.

O tratamento para esse tipo de celulite consiste em drenagem linfática, vacuoterapia e endermologia, que procuram levar esses líquidos acumulados para os nódulos linfáticos e de volta a circulação linfática. É sugerido, também, cortar o sal e produtos com muita concentração de sal como queijos e produtos congelados.

CELULITE FIBROSA

Essa celulite é a mais difícil de combater. Causada por uma disfunção das fibras de colágeno, que endurecem e formam pequenos nódulos na pele.

ssa celulite é mais comum em mulheres com mais de trinta anos e que estão com problemas na produção de colágeno e perdendo a elasticidade da pele. Nesse caso, dietas não resolvem o problema, mas é sempre bom perder peso caso esteja acima do peso e, comer proteínas de origem animal para ajudar na produção de colágeno. Os tratamentos estéticos, nesse caso, são os principais tratamentos. Os melhores são a drenagem linfática, estimulação corporal e endermologia.

– Conselhos para eliminar a celulite

  1. EMAGRECER

Como celulite é gordura, o excesso de peso pode contribuir fortemente para o problema. Basta perder alguns quilinhos para que se elimine boa parte da celulite. O ideal é fazer exercícios 1 hora por dia, de 4 a 5 vezes por semana e diminuir a ingestão de calorias.

Veja alguns exercícios que pode fazer em casa: 3 exercícios simples para fazer em casa e perder barriga.

  1. TER UMA DIETA BALANCEADA

Uma alimentação saudável ajuda o corpo a recuperar o seu equilíbrio bioquímico, criando um ambiente menos favorável ao desenvolvimento da celulite. A dieta para celulite deve conter alimentos saudáveis como frutas, legumes e verduras, diminuindo o consumo de alimentos ricos em gordura.

Uma boa dica é sempre ler os rótulos dos alimentos antes de comprar. Veja como se alimentar no vídeo a seguir:

  1. DIMINUIR A INGESTÃO DE SAL

Isto é recomendado porque ele aumenta a retenção de líquidos que estão intimamente ligados à celulite. Uma boa estratégia é só adicionar sal no final do preparo das refeições e aumentar a quantidade de ervas aromáticas como tomilho, orégano e manjericão, por exemplo. Outra boa solução é não colocar sal nas saladas, um bom tempero para saladas é a mistura de limão com azeite.

  1. COMBATER A PRISÃO DE VENTRE

Porque quem sofre de prisão de ventre tem maior probabilidade de desenvolver celulite, pois o intestino não funciona corretamente, acumulando toxinas que favorecem a celulite. Por isso, a ingestão de fibras deve ser aumentada, os alimentos devem ser bem mastigados e lanches durante a noite devem ser evitados.

  1. MELHORAR A CIRCULAÇÃO SANGUÍNEA

Essa é uma dica fundamental para eliminar a celulite. Para melhorar a circulação sanguínea é recomendada a prática diária ou regular de exercícios físicos que fazem suar a camisa.

Para abrir os vasos sanguíneos da pele e manter o sistema de remoção de impurezas do organismo, é preciso beber bastante água, afastar-se do sal, diminuir o consumo de café e cigarro e esfoliar a pele para melhorar a circulação.

  1. TRATAMENTOS ESTÉTICOS

Fazer tratamentos como massagem anti-celulite, velashape, lipocavitação ou radiofrequência, por exemplo, é uma ótima ajuda extra para combater a gordura localizada e a celulite. Estes tratamentos podem ser realizados de 1 a 2 vezes por semana por tempo ilimitado.

  1. Metodo adeus Celulite.

É o metodo numero um no que diz respeito a leiminação da celulite. Já ajudou milhares de mulheres em todo mundo sendo inclusive destaque na Tv americana pode saber mais neste artigo:

Vale a pena o programa Adeus celulite?

Ao seguir essas dicas é possível diminuir a celulite e evitar o aparecimento de novos nódulos de gordura, mas estas dicas devem ser seguidas diariamente como um novo estilo de vida porque mesmo após a eliminação da celulite, a mulher pode ser novamente afetada por ela.

– Massagem anti celulite.

1º passo

Para começar, ative os gânglios linfáticos que se localizam na virilha. Use os dedos indicador e médio e aperte levemente 10 vezes.

2º passo

Com os dedos formando a letra L, pressione levemente a região da metade da coxa até a virilha. Repita o movimento três vezes. Depois, recomece a massagem na altura do joelho, seguindo até a virilha. Repita mais três vezes e faça do outro lado.

3º passo

Feche as mãos e, com o nó dos dedos, massageie a parte da frente, de trás e a lateral externa e interna da coxa. Faça 10 movimentos de baixo para cima para cada área.

4º passo

Finalize, ainda com o nó dos dedos, massageando o bumbum com movimentos circulares.

– Celulite, alimentação e estilo de vida

Numa dieta para diminuir a celulite é importante:

  • Hidratar:Beber 1,5 a 2 litros de água ou de chá verde sem açúcar, por dia, mas evitar as bebidas alcoólicas pois provocam constrição dos vasos sanguíneos, prejudicando a circulação;
  • Melhorar o intestino:Ingerir cereais integrais, arroz integral, legumes e verduras porque têm fibras que vão evitar a prisão de ventre e ajudar a desintoxicar o organismo.
  • Desintoxicar:Consumir frutas ricas em água que ajudam a desintoxicar o organismo como abacaxi, melancia e frutas cítricas. Aumentar o consumo de antioxidantes que ajudam a proteger as células e melhorar a saúde da pele, incluindo assim na alimentação castanha-do-pará, tomate, cenoura, morango, goiaba, caju, amora, framboesa e mirtilo, por exemplo. V
  • Combater a inflamação: Quando há gordura acumulada no corpo há sempre sinais de inflamação, e por isso deve-se incluir alimentos ricos em ômega 3 como sementes e óleo de linhaça e peixe que têm uma ação anti-inflamatória e melhoram a saúde da pele.
  • Diminuir o sal:Diminuir a ingestão de sal pois ele aumenta a retenção de líquidos, levando ao inchaço.

Essa dieta deve ser seguida todos os dias, durante pelo menos 1 mês para poder avaliar os resultados. No entanto, um nutricionista poderá elaborar um cardápio específico, levando em consideração as necessidades apresentadas pelo indivíduo.

como acabar com a celulite

 




Leave a Reply

Share This
a-verdade-sobre-a-celulite

EBOOK GRÁTIS:

Revela toda a verdade Sobre como ELIMINAR a CELULITE!

Subscreva mais abaixo e obtenha o ebook diretamente em seu email!

Obrigado Por se inscrever :)